Companhias aéreas oferecem voos ‘sem destino’ em meio à pandemia

DA OLHAR DIGITAL

Enquanto países ainda adotam restrições a voos comerciais diante da pandemia de Covid-19companhias aéreas apostam em um novo serviço para atender pessoas que sentem falta da experiência de embarcar e viajar em um avião: as viagens panorâmicas.

A modalidade descreve voos em que aeronaves decolam de um aeroporto e, após completarem o percurso planejado, pousam no mesmo local. Segundo reportagem do UOL, as iniciativas ainda se concentram em regiões da Ásia e Oceania. No mês passado, a companhia taiwanesa EVA Airways realizou uma viagem panorâmica de duas horas e quarenta e cinco minutos a partir do aeroporto de Taipei.

voo foi parte de uma campanha em comemoração do dia dos pais e aderiu à temática da personagem Hello Kitty. Já a Tigerair, outra agência aérea de Taiwan, promoveu uma viagem para turistas sobrevoarem a ilha de Jeju, da Coreia do Sul. A empresa ainda garantiu aos clientes um voucher para voos entre as duas nações, assim que as fronteiras entre os países forem liberadas.

A modalidade também chegou na Austrália. Em apenas dez minutos, a companhia aérea Quantas comercializou todas as passagens para um voo panorâmico previsto para 10 de outubro. Uma aeronave 797 Dreamliners vai decolar do aeroporto de Sydney e sobrevoar, em altitudes mais baixas que o convencional, alguns pontos turísticos do país, incluindo a Grande Barreira de Corais e a Baía de Sydney.

Comissárias de bordo no voo panorâmico temático da EVA Airways. Imagem: Divulgação
Comissárias de bordo no voo panorâmico temático da EVA Airways. Imagem: Divulgação

Os tickets foram vendidos por valores entre US$787 e US$3.787 – isto é, entre, aproximadamente, R$ 4,4 mil e R$ 21,7 mil em conversão direta. De acordo com o UOL, a empresa ainda pretende oferecer viagens até a Antártica. Com duração de cerca de doze horas, os voos estão programados para ocorrer entre novembro e fevereiro e devem partir das cidades de Sydney, Melbourne, Brisbane, Adelaide e Perth.

O valor das passagens varia de US$ 1,2 mil (R$ 6,7 mil) até R$ 8 mil (R$ 44,7 mil), por pessoa. Já para quem quer matar a saudade da experiência de serviço de bordo sem gastar muito ou embarcar em uma aeronave, a empresa tailandesa Thai Airways oferece uma opção. A companhia administra um restaurante temporário em sua sede, em Bagkok, que serve “comida de avião” e é ambientado com mobiliário temático e funcionários vestidos de comissários de bordo.

Compartilhar a Postagem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Posts Recent

Quem Somos

TravelCorp

Não somos uma agência de viagens corporativas, somos Parceiros Estratégicos para os nossos Clientes.

Newsletter

Assine nosso boletim informativo para se manter atualizado.

Post Relacionados


×