O governo americano confirmou novas medidas na entrada de estrangeiros no País.

Até domingo, 13 de setembro de 2020, a norma vigente diz que estrangeiros de alguns países, como China e Brasil, só podem entrar por um dos 15 aeroportos de triagem e devem passar por um escaneamento rigoroso para detectar a Covid-19.

Essa regra deixa de valer a partir da segunda-feira, 14, já mostrando uma flexibilização para a entrada de visitantes internacionais. A partir do dia 14, o CDC e as autoridades aeroportuárias americanas vão focar em educação pré-embarque e após a chegada, em esforços para desenvolver um processo de testagem e na resposta rápida aos casos de doença.

Portanto, a partir de segunda-feira, 14, os voos internacionais poderão usar qualquer aeroporto do país, sem as restrições para que algumas nacionalidades descessem em um dos 15 designados. Também será cancelado o escaneamento de saúde desses passageiros, que incluem europeus, brasileiros e chineses.

Segundo o CDC – Centers for Disease Control and Prevention, o teste de sintomas não é tão eficaz, pois pode haver transmissão por pessoas assintomáticas ou com sintomas leves. Por isso o CDC vai focar na parte educativa e em outras medidas, como as já citadas e ainda coleta voluntária de dados pessoais dos passageiros para evitar filas e demora na coleta manual desses dados (um pedido das empresas aéreas, segundo o CDC); informação aos passageiros sobre os riscos de viajar a alguns países; treinamento para que os funcionários dos aeroportos saibam identificar quem está doente; e recomendações pós-chegada, incluindo quarentena em casa para quem chega de locais considerados de alto risco.

Compartilhar a Postagem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Posts Recent

Quem Somos

TravelCorp

Não somos uma agência de viagens corporativas, somos Parceiros Estratégicos para os nossos Clientes.

Newsletter

Assine nosso boletim informativo para se manter atualizado.

Post Relacionados


×